Trama – (a l i v e)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Trama – (a l i v e)

Mensagem por Thea Winbledeaux em Dom Nov 30, 2014 9:37 pm




18 yo
the 100
camp
tracker
dictionary
played by: ju
t. winbledeaux

❝A vida obriga-nos a pagar demasiado caro o que nos oferece, e o mais insignificante dos segredos deve ser comprado por um preço exorbitante e infinito.❞

( 0 1 )


Sobre o Relationship:

▲ O primeiro post do tópico de Relationships da Thea é uma breve descrição de como ela se relaciona com as pessoas, de uma maneira geral. Obviamente, não é sempre assim, podem haver mudanças com o decorrer da interpretação da personagem, e suas características serão melhor exploradas nas postagens.

▲ Só serão consideradas no Relationship pessoas com que ela interagiu ON GAME ou que fazem parte de seu passado, mesmo não tendo postados juntos ainda. Interações por chatbox não irão contar.

▲ Basicamente, as descrições vão funcionar da seguinte maneira:
____△ Cada vez que a Thea interagir com alguém ON GAME ele será adicionado na lista de Relationships. O mesmo vale para os personagens que forem surgindo em sua trama.
____△ Se passar o mouse pela fotinho, vai aparecer um campo de texto. Lá há o primeiro nome da pessoa, uma frase que a representa e um pequeno diálogo. "Mas como assim, Julia?" A primeira parte do diálogo é como se fosse um observador falando sobre a pessoa em questão, e a fala depois do travessão é a Thea meio que comentando. Eu sei, eu sei. Pra quê complicar?Porque é mais divertido, vlw flw.
____△ O campo de texto normal é separado em duas partes. A de cima cita alguns sentimentos e relações da Thea em relação à essa pessoa. A segunda, que são os tópicos, explica de maneira resumida os detalhes por trás desse relacionamento.

Sobre o Diário:

▲ O Diário da Thea será dividido em duas categorias diferentes:
____△ Postagens em narrativa tradicional de diários, nas quais a personagem falará dos acontecimentos atuais da trama.
____△ Postagens em forma de contos sobre o passado dela, que poderão ser narrados de três maneiras: narrador observador, ponto de vista de Hector Winbledeaux {pai}, do Dr. G {médico chefe do projeto Armagedon} ou de Thea Winbledeaux {auto-explicativo, eu espero}.

▲ O primeiro post no diário será como uma introdução, uma contracapa. Vocês entenderão quando e se lerem.

▲ Os posts no modo Diário farão referência aos acontecimentos atuais da trama e, provavelmente, serão enviados logo depois das interações a qual fazem referência terminarem. Lá estarão os pensamentos mais íntimos e divagações da Thea sobre o dia. Esses posts estarão em um template que simula uma folha de caderno.

▲ Os posts no modo Flashback serão sobre acontecimentos passados dos quais a Thea pode ou não se lembrar. Para aqueles que não estão em sua memória, ela obviamente não será a narradora. Nesse caso poderão ser Hector, Dr. G ou um narrador observador. Já os acontecimentos que não foram apagados, a Theodora estará inclusa nessa lista de possíveis contadores de história. Esses posts estarão em um template comum.
____△ No final de cada narração haverá um resumo do que aconteceu e suas implicações na personagem. Também podem ser colocadas outras observações.

( 0 2 )

Sonhos:
____△ Reconstruir a Terra com base nos novos ideais da Arca, sem cometer os erros das gerações passadas.
____△ Conseguir a paz definitiva entre todos os povos, desde grounders até Mountain Mans.
____△ Descobrir por que não consegue se lembrar de sua infância, em especial, de Eileen.
____△ Reencontrar seus pais, porém não sabe que Hector está morto por sua causa. Da hora a vida.
Medos:
____△ Pode parecer irônico para alguém que nasceu na Arca, porém seu maior medo é o espaço sideral. A simples ideia de estar rodeada por um grande nada mortal a deixa aterrorizada.
____△ Nunca admitira a ninguém, porém, depois de ler um livro sobre os animais terrestres, desenvolveu uma fobia irracional por uma espécie chamada Ornithorhynchus anatinus. Mais conhecido pelo nome medonho de "Ornitorrinco".
____△ Tem muito medo da morte. Odeia não saber o que irá acontecer depois do "escuro".
____△ Acima de tudo, não consegue nem imaginar ser presa novamente. Seja na Arca, no Acampamento ou em qualquer outro lugar. Por isso, mantém suas informações preciosas bem à salvo.
Desejos:
____△ Como toda menina clichê, Thea quer muito encontrar um amor. Não se importa de ser chamada de vadia por experimentar o máximo possível. Afinal, como vai saber se a pessoa é sua alma gêmea se não tentar? Não importa da onde vir esse grande romance, irá abraçá-lo e protegê-lo com todo seu ser.
____△ Nesse momento, na Terra, uma das coisas que mais deseja é um  banho de chuveiro com água quente. Um cheeseburguer também viria à calhar.
____△ Quer criar laços verdadeiros com as pessoas com quem convive, sem ter de ser obrigada a mentir e manipular. Ser capaz de confiar em alguém digno disso, poder contar todos os seus segredos.
Segredos:
____△ Durante seu plano para roubar as informações confidenciais da Arca, no qual teve relações sexuais com o comandante, ficou grávida. Perdeu o bebê por aborto artificial durante os êxames preventivos de prisão.
____△ Durante seu tempo na solitária - dois anos - foi visitada por diversos guardas, e molestada pela maioria deles.
____△ Seu maior segredo é o caderno que guarda com todas as informações roubadas, desde gráficos reproduzidos de memória até os textos. Se perder o caderno, nada acontecerá, já que Thea tem tudo isso gravado na mente, porém não pode deixar as informações caírem em mãos erradas.
____△ O caderno fica enterrado ao lado de uma nogueira nos limites do acampamento, e só ela sabe encontrar o local.

EXTRAS: Theodora foi cobaia de um projeto científico clandestino na Arca, o projeto Armagedon, liderado pelo Dr. G {marido da personagem Ann-Ronwe Schäefer e pai do personagem Harvey Schäefer}. Os experimentos começaram quando ela tinha 10 anos de idade, e seu pai, Hector Winbledeaux, que inscreveu-a no programa. Depois dos primeiros testes ela desenvolveu sua memória fotográfica avançada, que permite se lembrar de todos as informações roubadas, caminhos, pessoas e detalhes. Outra consequência do projeto foi a perda de memória específica; Theodora não se lembra de nada que aconteceu até seus dez anos, a não ser lembranças falsas, implantadas para preencher os buracos.

Esses acontecimento serão explorados em flashbacks no Diário, e em postagens com Eileen Clyte.

( + + )


Armagedon: Loading posts...
one of the 100
one of the 100
avatar
Thea Winbledeaux
Mensagens : 43
Data de inscrição : 28/11/2014
Localização : Somewhere out there.

Your File
Inventário:
Emprego/Cargo: Rastreadora | Aprendiz de Relações Públicas
Habita: Camp | Phoenix

Ver perfil do usuário http://hellishnesss.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum