ORWELL, Thomas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ORWELL, Thomas

Mensagem por Thomas Orwell em Qua Dez 03, 2014 11:27 pm


CThomasOrwell

NOME /////////////Thomas Clark Orwell

IDADE /////////////25 anos

EMPREGO /////////////Tenente

ESTADO CIVIL /////////////Solteiro

GRUPO /////////////Guard

LUGAR /////////////Arca

FACE /////////////Chris Evans

ATRIBUTOS /////////////
FORÇA: 7
DESTREZA: 7
AGILIDADE: 7
PERCEPÇÃO: 6
MIRA: 7
LÁBIA/INDUÇÃO: 5
VITALIDADE: 6


— 013 [Uma plaquinha de identificação militar presa a uma corrente. O id está talhado no metal: “Orwell 013 — SDG”.]
— Colete à prova de balas.
— Carteira de cigarros.

Passado



Desde pequeno, Thomas teve uma educação rígida e cheia de regras. Isso porque seu pai era da Guarda, um agente de alta patente, e não podia deixar o seu filho se tornar um desgosto. Assim sendo, o moleque cresceu num regime militar. E não era de se espantar que ele entrasse para a Guarda.

Nunca foi muito apegado à mãe. Ela era uma mulher ocupada; como enfermeira, precisava dedicar seu tempo ao tratamento das pessoas. Via-a uma vez ou outra por dia, somente o necessário para saber que ela estava ali.

Aos 16 anos, entrou para a Guarda por influência de seu pai. Apesar de jovem, era desenvolto e se saía bem nos exames, tanto que teve a segunda melhor pontuação de sua turma. A atenção atraída era boa e ruim ao mesmo tempo: as más bocas diziam que ele só estava ali por influência externa, e que não havia mérito nenhum de sua parte.

Aos 17, tornou-se soldado; aos 20, tenente. Sua ascensão rápida não era motivo de espanto, mas sim suas habilidades: além de seguir as regras à risca, suas aptidões motora e física eram louváveis. E, ainda, sabia comandar com punho de ferro.

Era um homem de confiança, afinal.

Seu humor, que já era duro como pedra, ficou mais sombrio com a morte contestável de seu pai. Acontecera há um ano, supostamente um acidente. Mas ele tinha a impressão de que não fora mera obra do acaso... E, a partir daquele momento, começou a desconfiar. Não de alguém, mas de todos. Ninguém sabia, é claro, e continuaria assim.

Por fora, era o tenente Orwell que todos conheciam; por dentro, remoía o ácido gosto da vingança, esperando o momento certo para cuspi-la.

COOXKIE. 17. SKYPE.
THEONS @ SHINE
the noobs
the noobs
avatar
Thomas Orwell
Mensagens : 2
Data de inscrição : 02/12/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum